Warning: Creating default object from empty value in /home/temasfo/public_html/psicopsi.com/pt/wp-content/plugins/auto-link/nusoap.php on line 55
  Teoria sistêmica — Estudo da Psicanálise e psicologia

header image

Teoria sistêmica

Teoria sistêmica: uma história da terapia familiar e geral teoria de sistemas (Bertalanffy V.)

Teoria sistêmica:
FUNDAMENTOS DA TERAPIA FAMILIAR:
Terapia antipsiquiátrica
Clínica Infantil
Social dos Trabalhadores

TEORIA GERAL DOS SISTEMAS: (V. Bertalanffy)
É apresentado como uma abordagem sistemática e científica e de representação da realidade e, ao mesmo tempo, como uma orientação para formas de estimular a prática transdisciplinar de trabalho, com a sua perspectiva holística e integradora.
Os objectivos iniciais da teoria de sistemas gerais são:
Promover o desenvolvimento de uma terminologia geral para descrever as características, funções e comportamentos sistêmico.

Desenvolver um conjunto de leis aplicáveis a todos estes comportamentos, e finalmente
Promover uma formal (matemática) destas leis.
Sistema:
É organizado um conjunto de coisas ou interagindo e interdependentes, que estão relacionados para formar um todo unitário e complexo.
-Subsistemas:
Significa uma sub-conjuntos de elementos e relações que correspondem às estruturas e funções específicas dentro de um sistema maior. Em geral, os subsistemas têm as mesmas propriedades que os sistemas (Sinergia) e sua definição de sistema, é feita referência aos subsistemas que o compõem, onde é indicado que é formado pelas mesmas partes ou coisas que fazem o todo.
-Sinergia:
“o todo não é igual à soma das suas partes.” O todo é na interação conservação das peças, é, portanto, um fenômeno que resulta da interação entre as peças ou componentes de um sistema.
-Antecedentes:
Um sistema é sempre relacionado com o contexto em torno dele, ou o conjunto de objetos fora do sistema, mas fortemente influenciada por ela, e, por sua vez, afetam o sistema, embora em menor grau, afeta o contexto, que envolve uma relação mútua de contexto do sistema
No que diz respeito à complexidade está em causa, um sistema nunca poderá ser igual para o ambiente e conservar a sua identidade como um sistema
-Adaptabilidade:
É a propriedade que tem um sistema para aprender e modificar um processo, um estado ou uma característica de acordo com as mudanças experimentadas pelo contexto. Isto é realizado através de um mecanismo adaptativo para responder às mudanças internas e externas ao longo do tempo.
-Estrutura:
A mais ou menos estáveis as interacções entre as peças ou componentes de um sistema que possa ser verificado (identificado), em um dado momento, constituem a estrutura do sistema.
-Circularidade:
Devido à interligação entre as acções dos membros de um sistema, os padrões de causalidade nunca são lineares (no sentido de que uma “causa” Um causar um “efeito” B), mas circular, no sentido em que aumenta B retroactively Uma manifestação de
-Equifinalidad:
O mesmo efeito pode responder a diferentes causas. Isto é, as alterações observadas em um sistema aberto não são determinados pelas condições iniciais do sistema, mas pela própria natureza dos processos de mudança. Esta definição não é válida para sistemas fechados, uma vez que estes são determinados pelas condições iniciais.
Feedback-feedback (positivo ou negativo).
Feedback ocorre quando as saídas do sistema ou a influência de desvios dos sistemas no contexto de volta para o sistema como recursos ou informações.
-Permeabilidade:
A permeabilidade de um sistema que mede a interação é o médio, é dito que um maior ou menor permeabilidade do sistema, será mais ou menos aberta.
- Entradas:
Ingressos estão sistema de receitas que podem ser os recursos materiais, recursos humanos e de informação.
-Integração e independência:
Sistema integrado é chamado de um em que o seu nível de coerência interna que faz uma alteração em qualquer dos seus subsistemas produzir mudanças em outros subsistemas e até mesmo o próprio sistema.
-Recursos:
Processo refere-se à introdução dos resultados das operações de um sistema em si (feedback).
-Homeostase:
Processo de manutenção do sistema através de um feedback negativo antes de mudanças nas condições de operação do ambiente, dizem respeito ao sistema de compensação que substituiu o bloqueio interno ou complementar estas mudanças, a fim de manter a invariante Estrutura
-Morphogenesis: Um processo que facilita a mudança na organização de todo o sistema através de feedback positivo ou feedback positivo.
-Morfoestasis:
São os processos de intercâmbio com o ambiente que tendem a preservar ou manter uma forma, uma organização ou um determinado estado de um sistema (equilíbrio, homeostase, feedback negativo ou retroalimentação negativa).
-Entropia:

A segunda lei da termodinâmica declara o crescimento da entropia, ou seja, máximo
probabilidade de os sistemas é a sua progressiva desorganização eo caos. Os sistemas fechados são irremediavelmente condenados a desordem.
-Negantropia:
Se refiere a la energía que el sistema importa del ambiente para mantener estables su organización y sobrevivir.

If you liked my post, feel free to subscribe to my rss feeds